Seja bem vindo!
 
 Imagem
Caracterizada com bandeirolas coloridas, a barraca do projeto O Estético e o Lúdico na Literatura Infanto-Juvenil, montada na quadra de esportes de Itaitu, atraiu a atenção das pessoas no último sábado, 16, em especial, por conta do lançamento do livro Escritas de Itaitu, fruto das produções dos educandos.

Varal de poesias, fanzines, fotografias e brinquedos artesanais foram apreciados por professores e estudantes do colégio local, bem como por moradores de Jacobina, Itaitu e comunidades circunvizinhas que marcaram presença no evento.

A abertura dos festejos ficou a cargo da Filarmônica Juvenil Rio do Ouro, Ponto de Cultura do Estado da Bahia, que entoou cânticos típicos da época, como Asa Branca, autoria de Luiz Gonzaga. Na sequência, apresentações de dança, bingo e distribuição do livro foram o foco das atenções.

Para a professora da educação de jovens e adultos Antonieta Souza, o projeto foi importante por estimular o conhecimento pela história local e a prática da cidadania: “a leitura e a escrita são a base do desenvolvimento da criança, conduzindo sua formação intelectual e, consequentemente, seu papel na sociedade.” Já a docente do ensino fundamental Janete Nascimento, que também é mãe de um dos alunos do projeto, acredita que a iniciativa foi relevante por debater temas como consciência ambiental, despertando o interesse em cuidar da natureza.

Segundo Tânia Flores, professora de artes, a comunidade ainda é carente de ações como essa: “para mim, que estou trabalhando aqui e crio vínculo com os moradores, acho que projetos como esse nunca deveriam parar. Acredito que será apenas um começo para seguirmos outros passos e termos bons frutos. A maioria dos participantes era meus alunos e achei que eles ficaram mais desinibidos, com facilidade para ler e interpretar textos. Então o projeto veio para somar o que a escola já fazia, mas de outra forma, de maneira mais dinâmica e divertida,” explicou.

Para as coordenadores da ação, valeu a pena cada minuto destinado ao projeto: “acompanhar a superação de limites e a magia proporcionada pelo contato com a literatura infanto-juvenil foi muito gratificante, além de ser uma rica fonte de aprendizado”, afirmaram. De acordo com Ueslei Maique Bitencourt, 12, os encontros estimularam o querer ler e escrever: “pretendo continuar estudando e me formar como veterinário.”

Na ocasião, exemplares da obra foram distribuídos a estudantes e seus familiares, professores, além de serem disponibilizados em acervos públicos, como as bibliotecas do colégio e da Casa de Arte e Cultura de Itaitu. O livro também pode ser encontrado na Secretaria de Educação e no Centro Cultural de Jacobina, este último onde haverá exposição das produções do projeto. Posteriormente, exemplares serão entregues nas escolas da região.

 
 
 Imagem
Após a participação no Balaio Cultural: Feira de Arte, Cultura e Meio Ambiente de Itaitu, de 17 a 21 de fevereiro, o projeto O Estético e O Lúdico na Literatura Infanto-Juvenil já realizou mais doze encontros semanais com os jovens de Itaitu. 

Entre as atividades desenvolvidas, estiveram exibição de filmes, interpretação de músicas, dramatizações, piquenique, leitura e escrita de contos de fada, histórias em quadrinho, lendas, piadas e trava-línguas. Os temas transversais discutidos pelos participantes relacionam-se à ética e cidadania, festas populares, alimentação e agricultura, paisagens e belezas naturais.

Para Micaele Anjos, 12, o diferencial da iniciativa é a metodologia das aulas: “No projeto aprendi coisas diferentes da escola, como história em quadrinhos, contos e muitas brincadeiras”, disse. Já o colega Maicon Breno Neves, 13, ressalta a importância do projeto na ocupação do tempo de maneira produtiva: “Muito bom! Em vez da gente ficar na rua, aprendemos várias coisas. Eu não sabia o que era ‘causo’, fiz piada, participei de dinâmicas,”explicou.

Para as próximas aulas, estão previstos ensaios das apresentações referentes ao encerramento do projeto, que acontecerá dia 16 de junho, às 18h, na quadra de esportes, junto com as festividades juninas da escola local. Na oportunidade, haverá feira cultural com exposição de produtos confeccionados durante os encontros, como brinquedos artesanais, exposição de fotografias, show musical com a Filarmônica Juvenil Rio do Ouro e dramatização dos “causos” A Saga de Totó e Tenório e o Meio Ambiente.


 
 
Picture
De 17 a 21 de fevereiro, a equipe do projeto O Estético e O Lúdico na Literatura Infanto-Juvenil participou do Balaio Cultural: Feira de Arte, Cultura e Meio Ambiente de Itaitu. Durante os cinco dias de evento, coordenadoras e alunos fizeram exposição em estande de alguns produtos desenvolvidos durante as aulas, entre eles, brinquedos confeccionados com resíduos sólidos, mural de conceitos, varal de poesias e fotografias.

Na oportunidade, a turma também participou das oficinas de reaproveitamento do lixo, pintura e cordel, realizadas na Casa de Arte e Cultura de Itaitu, inaugurada no primeiro dia da Feira; Circo Show, além de apresentar os “causos” A Saga de Totó e Tenório e o Meio Ambiente para o público, composto por nativos, entre eles familiares e amigos, bem como visitantes de outras comunidades, cidades e países.

Segundo a jovem Edivância Almeida, a iniciativa tem ensinado muitas coisas: “antes eu não sabia o que era verso, estrofe, e agora eu sei. Vai ser importante para Itaitu porque coisas como reciclagem a gente aprende no projeto e serve para a comunidade”, disse.

O colega Helder Araújo complementa a afirmação ao declarar que as aulas ocupam o tempo de maneira produtiva: “está sendo ótimo, pois bota a gente pra fazer fábulas, leituras e brincadeiras. Além disso, as crianças que participam do projeto não ficam na rua fazendo coisa errada”, declarou.

Para Inaiara Lima, os alunos estão sempre superando as expectativas: “empolgação e criatividade é a marca registrada da turma”. Entre as dificuldades, as coordenadoras citam a escrita, mas destacam que, por outro lado, as ideias fluem rapidamente. É o que afirma a coordenadora Camila Castro: “na aula sobre reciclagem, por exemplo, os alunos criaram seus próprios brinquedos sem precisar de orientação. O mérito da produção foi todo deles”, ressaltou.

Segundo Richard Silva, integrante da ASPAFF - Associação de Ação Social e Preservação das Águas, Fauna e Flora da Chapada Norte, o projeto vem a todo vapor: “trabalhando com um público específico, por fazer parte de uma faixa etária de fácil assimilação, facilitando a conscientização no que poderá ser melhor para o futuro da comunidade, em especial”.

Na culminância, prevista para maio, será realizada uma feira, na praça principal do distrito, com exposição de produtos, lançamento e distribuição de livro contendo textos escritos no decorrer dos encontros. Essas ações contribuirão diretamente para a consolidação da Ecobrinquedoteca, uma das salas da Casa de Arte e Cultura de Itaitu, lugar lúdico onde os moradores do distrito terão acesso a diferentes linguagens, a exemplo do cinema e da literatura.


 
 
Picture
_ Caminhada Ecológica com destino à Cachoeira do Coxinho. Essa foi a atividade organizada para a última aula do ano, que aconteceu no dia 30 de dezembro. O objetivo foi despertar o olhar dos alunos para a quantidade de lixo descartado na trilha. “Sempre venho para a cachoeira, mas nunca observei a trilha como agora”, afirmou a jovem Brenda Santos.

Durante o percurso, enquanto alguns coletavam objetos alheios à paisagem, outros anotavam aspectos positivos e negativos observados pelo caminho. Em cada parada, as coordenadoras debateram com os alunos a importância da coleta seletiva e reciclagem do lixo, relembrando informações discutidas nas aulas anteriores.

Empolgados e interativos, os jovens citavam alternativas para garantir o equilíbrio ambiental. Na volta para casa, por exemplo, chamaram a atenção dos transeuntes, entre eles turistas, sobre a importância de não descartar objetos inorgânicos na trilha.

Ao todo, foram recolhidos 20 sacos de lixo. De acordo com Inaiara Lima, os alunos abraçaram, de fato, a proposta: “cataram todo o lixo que tinha pelo caminho”, disse.

A coordenadora Camila Castro destacou, ainda, os aspectos positivos observados pelos grupos ao longo da caminhada: “a paisagem, o verde, as serras foram espetáculos à parte. Os alunos também aproveitaram para contemplar as belezas naturais do distrito”, declarou.

Na aula seguinte, 07 de janeiro, os grupos produziram um fanzine, mídia alternativa feita com colagens. Entre os títulos das produções, estavam Itaitu e suas Culturas, A Porta Ecológica e Salve Salve Natureza. Algumas fábulas escritas pelos próprios alunos estiveram nos fanzines, bem como poesias e os registros da Caminhada Ecológica.

Confira mais registros no flickr e o vídeo produzido sobre as referidas aulas.




 
 
_
Picture
__Varal de poesias e brinquedos produzidos com material reciclado foram algumas ações desenvolvidas com os alunos do projeto O Estético e o Lúdico na Literatura Infanto-Juvenil ao longo das aulas.

No sexto sábado, dia 22 de outubro, os alunos começaram a escrever poesias com base no tema água como fonte de vida. Posteriormente cada texto foi exposto num varal. Nos versos, assuntos como as cachoeiras do distrito e a necessidade de preservação da água como fonte de esperança foram destaques. Um exemplo é a poesia da jovem Sabrina Miranda:

A água vale mais que ouro

Só não vê quem é tolo.

A água é preciso ser fervida

Pois ela é fonte da vida.

A água tem nascente,

Pois em Itaitu tem a cachoeira da Serpente

A Cachoeira Véu de Noiva

É preciso cuidar

Pois vão pessoas para lhe apreciar.
 
Dia 05 de novembro foi a vez da confecção de brinquedos com materiais reciclados, como garrafas PET, papelão e retalhos. Durante esse dia, além de contação de histórias, houve discussão sobre reciclagem e coleta seletiva, a partir do lixo produzido na escola pelos próprios alunos, e oficina.

O objetivo foi refletir acerca dos encaminhamentos dados à produção e destinação do lixo, ao identificar a coleta como parte do processo de gerenciamento integrado e buscar a valorização das ações coletivas para melhoria das condições de vida na escola e na localidade.

Quando instigados a dar sugestões sobre como contribuir com a diminuição do lixo, os alunos, divididos em grupos, deram dicas sustentáveis, entre as quais estavam a coleta seletiva, expressa na fala dos jovens Ana Caroline Moreira, Anderson Silva e Ilária da Costa: “Pegando os vasos de lixo da escola e pintando com outras cores, mostramos para os alunos onde cada material deve ser jogado”. Como resultado da oficina, a equipe confeccionou quatro vasilhames: verde, para vidro, amarelo, metal; vermelho, plástico e azul, destinado ao papel.        

Em clima de Natal, nesta quarta-feira, 21 de dezembro, haverá confraternização, com amigo secreto, comes e bebes. Na oportunidade, será apresentado um vídeo com registro das atividades desenvolvidas até o momento.

 


 
 
Picture
Após três encontros, o projeto O Estético e o Lúdico na Literatura Infanto-Juvenil se caracteriza pela troca de experiências entre coordenadoras e alunos. Através de “contação de histórias”, em especial, os jovens têm contribuído com as ações, indicando temas e atividades.

Na segunda aula, que ocorreu no dia 24 de setembro, ocorreu a dinâmica da autopropaganda, a partir da qual os alunos desenhavam ou escreviam suas qualidades para, posteriormente, apresentarem à turma. Segundo Inaiara Lima, com essa dinâmica o grupo estimulou o olhar para elogios, identificando qualidades individuais e coletivas. De acordo com Camila Castro, foi uma oportunidade para trabalhar a timidez, ainda presente em alguns jovens.

Na terceira aula, realizada em 1º de outubro, as coordenadoras trabalharam o conceito de literatura infantil. Em seguida, a importância da água como fonte da vida foi discutida com o grupo, relacionando o assunto à realidade do distrito, repleto de cachoeiras.

A dinâmica "Sua gota de contribuição" estimulou os alunos a descreverem formas de preservar esse elemento em Itaitu. “Cada aluno colava sua gota num mural e apresentava aos colegas a sua sugestão”, afirmou Inaiara. Para o aluno Edivânio Almeida, o projeto transformará sonho em realidade.

Para a quarta aula, que acontecerá neste sábado, está prevista a formulação do conceito de poesia, realização da dinâmica "Palavras em Rotação" e exibição de filme. Confira mais informações na nossa agenda.

 
 
Picture
Localizado a 27 Km da sede do município de Jacobina, Itaitu se destaca no cenário regional. Terra de cachoeiras, serras, flora e fauna exuberantes. Assim é o distrito, que, a partir deste mês, recebe o projeto de incentivo à leitura O Estético e o Lúdico na Literatura Infanto-juvenil.

O projeto foi contemplado pelo edital de Incentivo à Leitura 2009 da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, com recursos do Fundo de Cultura da Bahia, contando com o apoio do Governo do Estado e da Secretaria da Fazenda, bem como da Prefeitura Municipal e Coordenação de Cultura de Jacobina, Ponto de Cultura Filarmônica Juvenil Rio do Ouro, Associação de Preservação das Águas, Fauna e Flora - ASPAFF CHAPADA NORTE, Escola Municipal Crescenciano Fernandes Pires e Associação Comunitária e Assistencial de Itaitu (ACAI).

Durante a Aula Inaugural, que ocorreu no sábado, 17 de setembro, as coordenadoras realizaram dinâmica de apresentação que consistiu no resgate das origens familiares. Embalados pela música Gente tem sobrenome, composição de Toquinho, cada aluno descreveu o nome completo, relacionando seus sobrenomes aos pais.

Segundo Inaiara Lima, representante da coordenação do projeto, os jovens indicaram brincadeiras, contaram histórias e se disponibilizaram em trazer novidades para a próxima aula. “A expectativa é bastante positiva”, disse. “Apesar da timidez inicial de alguns, percebemos que a turma está empolgada. Houve mais demanda do que imaginamos. Muitos pais nos procuraram para inscrever os filhos no projeto”, declarou Camila Castro, também integrante da coordenadoria.

Ao longo da tarde de sábado, realizou-se, ainda, a dinâmica da integração Os segredos da caixa, através da qual cada aluno lia uma frase e completava o sentido com base em suas experiências e desejos. Para finalizar o primeiro encontro, as coordenadoras contaram histórias com base, especialmente, na ludicidade, a fim de despertar a importância do respeito às diferenças.

Para a jovem Beatriz Oliveira, 13 anos, estar no projeto será uma maneira de ocupar o tempo: “dia de sábado não faço quase nada, também gosto muito de ler, por isso me interessei”. Já o garoto Edivânio Gomes, 9 anos, que esteve presente na aula inaugural, apesar de estar fora da faixa etária, pretende acompanhar as atividades por causa da metodologia diferenciada: “Soube que vai ter teatro, quero ser diretor”, narrou entre risos. Segundo Edivânio, ler e escrever faz parte de sua rotina: “escrevo coisas que imagino”, afirmou.

As atividades do projeto iniciaram em agosto deste ano, com o planejamento da assessoria de imprensa, concepção da identidade visual e peças gráficas, além da compra de materiais. Através de um encontro semanal aos sábados, o projeto terá um total de 160 horas-aula.

Ao todo, foram oferecidas 30 vagas, destinadas a jovens com idade entre 11 e 14 anos, estudantes da escola pública local. As inscrições aconteceram de 12 a 16 de setembro, na sede do colégio Crescenciano Fernandes Pires, em Itaitu.

Confira mais fotos na nossa galeria e o vídeo produzido sobre a Aula Inaugural.


 
 
Picture

 
 
Espaço de interação! Esse é o objetivo do blog O Estético e o Lúdico na Literatura Infanto-Juvenil. Nossa ideia é dar visibilidade às ações realizadas durante os dez meses de projeto, servindo como instrumento de identidade e prática da cidadania.

Neste blog, você ficará por dentro das atividades realizadas e conhecerá um pouco mais sobre o lugar encantador onde serão desenvolvidas as ações: o distrito de Itaitu. Assista aos vídeos, visualize as fotografias, acompanhe nossa agenda. Participe com a gente desta ação de incentivo à leitura com base nos costumes populares.

Conheça, divulgue e compartilhe você também!

Seja bem-vindo (a) a este espaço coletivo!

 
    ACOMPANHE O PROJETO:

    O PROJETO EM CACHOEIRA GRANDE:

    PARCEIROS:
    Picture
    Blog Oficial da ASPAFF (Parceira)
    Picture
    Fotos de Sthel Braga (Colaborador)


O Estético e o Lúdico na Literatura Infanto-Juvenil